Só Antígona porque Ismênia

doce ismênia

por Bernardo GB Nogueira e Ramon Mapa da Silva

Desistiu de ser Ismênia!

Essa é a ode para onde somos conduzidos pelo espetáculo Doce Ismênia. O olhar do humano é fantástico, pois ele, ao se exercer, na realidade, cria!

Esse assombro a partir da interpretação realizada acerca da tragédia toma de assalto. Parece-me que seu olhar e sensibilidade captaram essencialmente o que traduz a existência trágica, ou seja, ao buscar algo que torne a existência humana explicável, e assim, passiva de ser guiada racionalmente, aí é que a fortuna nos toma pelas mãos e daí em diante é só tragédia… pois, quando quis construir sua tragédia, Ismênia se tornou comédia.

Ismênia foi erguida de forma a torná-la realmente uma partícipe terrivelmente audível ante o coro trágico que conduziu sua família, isso com a perspicácia de reconciliar o clássico com o contemporâneo.

Só existe Antígona porque sua irmã permitia a ela lutar pela vida do irmão. Ismênia tornou-se intensamente…

Ver o post original 1.093 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: